________LEIA A MATÉRIA MAIS ABAIXO_______


Data: maio 13, 2021

A CASA CAIU: A Polícia Federal chegou finalmente a um dos ministros do STF







A Polícia Federal encaminhou um pedido de abertura de inquérito ao Supremo Tribunal Federal ( STF ) para investigar o ministro Dias Toffoli por suspeita de recebimento de repasses ilegais.


Com base no depoimento do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral , que em delação premiada declarou que Toffoli recebeu R$ 4 milhões para favorecer dois prefeitos da capital carioca em processos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pedido foi feito.


Condenado a mais de 200 anos de prisão pela Justiça em processos relacionados a Operação Lava Jato , Cabral cumpre pena desde 2016. Em fevereiro do ano passado, teve acordo de delação premiada homologada pelo ministro do STF Edson Fachin.


Ainda segundo o ex-governador condenado, os repasses envolvem o escritório de advocacia da mulher de Toffoli, Roberta Rangel.


investigado pelo crime de corrupção passiva , Toffoli disse em nota divulgada pela assessoria desconhecer os fatos mencionados e negou ter recebido repasses ilegais.


Os documentos do caso foram enviados ao relator do caso, Edson Fachin, na semana passada que agora, encaminhou a Procuradoria-Geral da República ( PGR ).





______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________





"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

MAIS LIDAS