_________________________________________________________


Data: fevereiro 16, 2021

Gilmar Mendes condena a lava jato "tentou interferir no resultado eleitoral e agiu para perturbar o país"





Nesta segunda-feira (15), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse que a Operação Lava Jato “apoiou a eleição de Jair Bolsonaro”, “tentou interferir” no resultado eleitoral e “agiu para perturbar o país” durante a gestão de Michel Temer.
As declarações foram dadas em entrevista à BBC News Brasil.


“A Lava Jato tinha candidato e tinha programa no processo eleitoral”, disse Gilmar.



“Primeiro a Lava Jato atua na prisão do Lula. Prestes à eleição, a Lava Jato divulga o chamado depoimento ou delação do Palocci, tentando influenciar o processo eleitoral. Depois, o Moro vai para o governo Bolsonaro, portanto eles não só apoiaram como depois passam a integrar o governo Bolsonaro”, exemplificou.





______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________





"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

MAIS LIDAS