________LEIA A MATÉRIA MAIS ABAIXO_______


Data: janeiro 31, 2021

“Eu juro que se o Bolsonaro for reeleito, eu mesma mato ele” — diz esquerdista






Navegando pelo Twitter na manhã desta sexta-feira, eu me deparei com um comentário absurdo, o qual foi realizado por uma típica esquerdista.



“Eu juro que se o Bolsonaro for reeleito, eu mesma mato ele” — escreveu a militante, em referência a uma pesquisa que mostra uma ampla liderança de Bolsonaro na disputa pela Presidência do Brasil em 2022.

Confira:


Pode parecer um comentário isolado a fala realizada pro essa militante, mas não é. No decorrer do pleito eleitoral de 2018, logo após uma série de ameaças feitas pelas redes sociais, Jair Bolsonaro, então candidato à Presidência na época, foi esfaqueado por um militante da extrema esquerda.


No episódio em que Jair Bolsonaro, já na condição de presidente, contraiu coronavírus, o que não faltou foram mensagens de ódio pedindo pela sua morte — inclusive até um jornalista profissional fez parte desse coro.


Recentemente, em um outro episódio de demonstração clara de discurso de ódio, um jornalista sugeriu em um artigo que o presidente da República cometesse suicídio. A declaração do profissional de imprensa acabou sendo reforçada por Ricardo Noblat, também jornalista.


O presidente brasileiro que tenha muito cuidado em cada passo que der, pois com essa gente não se pode brincar. O Caso Adélio deixou isso bem claro.





______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________





"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

MAIS LIDAS