_________________________________________________________


Data: janeiro 28, 2021

Depois da falsa narrativa do leite condensado, Bolsonaro aparece liderando a disputa presidencial para 2022







Depois da falsa narrativa da esquerda, o presidente Jair Bolsonaro segue liderando as intenções de votos para a disputa presidencial em 2022, aponta pesquisa. 


Conforme mostra os dados da pesquisa ‘Atlas’, divulgada nesta quarta-feira (27), o atual chefe do Executivo é o favorito do cenário para vencer a próxima disputa eleitoral ao Palácio do Planalto.


Jair Bolsonaro lidera com 34,5% dos votos.


Em segundo lugar, mesmo não podendo ser candidato por conta de sua condenação no STF, aparece Luiz Inácio Lula da Silva. Ele registra 22,3% dos votos.


O cenário conta com a presença do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que pontua 11,3%.


Em quarto lugar, o ex-governador do Ceará, o pedetista Ciro Gomes, que tem 8,8% dos votos.


Fora dos principais nomes para a disputa, aparece o apresentador Luciano Huck, com 1,9% dos votos. O atual governador do Maranhão, Flávio Dino, tem 1,4% das intenções de votos.


Dos entrevistados, 5,5% não souberam responder ou declararam o voto em branco ou nulo.


O levantamento Atlas foi realizado com 3.073 pessoas, por sondagem on-line, entre os dias 20 e 24 de janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.


A pesquisa tem nível de confiança de 95%.





NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo! - - SIMPLESMENTE MINHA OPINIÃO | ESSE BLOG É DE OPINIÃO PÚBLICA

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________






"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

BOLSONARO 38 (OFICIAL)
Grupo Público · 18.035 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS