Públicidade

Publicitário que desejou a morte de Bolsonaro morre por coronavírus

Foto: Internet

O recifense Mateus Zerbone Carlos vivia na Paraíba e tinha apenas 34 anos.



No dia 24 de março, irritado com o presidente Jair Bolsonaro que comparara a Covid-19 a uma gripezinha, Mateus Zerbone Carlos escreveu numa rede social: “Nós, infelizmente, não temos um presidente. Temos um palhaço sentado na cadeira de presidente.”



O publicitário começou a sentir-se mal no dia seguinte. Teve febre e tosse. Em seguida, veio a dificuldade para respirar, que o levou a procurar o hospital. Morreu em João Pessoa, aos 34 anos.



Mateus era filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação, afiliada da Rede Globo em João Pessoa. 

Postar um comentário

0 Comentários
Os cometários não representam opinião do site, a responsabilidade é unica do autor do comentário. Todos os comentários são revisados pela administração.

Publiciade

Publiciade