_________________________________________________________





Data: outubro 29, 2020

Flávio Dino fica "irritadinha" e ameaça processar Bolsonaro por ter inaugurado obras federais em seu estado




Foto: Internet

Depois de chorar por não ser convidado para inaugurações de obras, Flávio Dino ameaça processar Bolsonaro.


“Bolsonaro será processado”, diz Flávio Dino

O governador Flávio Dino informou, por meio de postagem em rede social, que irá processar o presidente Jair Bolsonaro por uso da estrutura do Governo Federal para fazer campanha política. Em sua primeira visita oficial ao Maranhão, Bolsonaro prometeu "eliminar o comunismo do estado".


O comunista Flávio Dino "chorou" por não ter sido convidado para inaugurações de obras federais no estado do Maranhão que o mesmo governa. 


Quando o governador viu que não seria mesmo convidado achou de ameaçar o presidente e dizer que Bolsonaro será processado. 


“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado”, disse Flávio Dino, na tarde desta quinta-feira (29).

A BR-135 no estado do Maranhão, que liga a capital São Luís as demais cidades estava em total abandono por parte do governo comunista, que agora fica irritadinho em ver o presidente entregando a obra.

Vídeo completo: 




Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo! - - SIMPLESMENTE MINHA OPINIÃO | ESSE BLOG É DE OPINIÃO PÚBLICA

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________






"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

BOLSONARO 38 (OFICIAL)
Grupo Público · 18.035 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS