_________________________________________________________





Data: setembro 21, 2020

URGENTE: Jogadora de vôlei que fez críticas a Bolsonaro, perde patrocinadores e será expulsa da confederação




Foto: Internet

Federação repudia crítica de jogadora de vôlei a Bolsonaro e abre debate sobre liberdade de expressão, que pode resultar na expulsão da atleta por conduta indevida. 


Após dizer que manifestação da atleta do vôlei de praia Carol Solberg "denigre" esporte, a Confederação Brasileira de Vôlei foi questionada por não ter se posicionado em episódios similares do passado.




Quando uma atleta mente para aparecer, é sinal que é mais uma marionete que nem sabe o que está gritando.


Bastou a jogadora de vôlei de praia querer lacrar , gritando Fora Bolsonaro, para já estar sendo cancelada nas redes sociais. A tag #foracarolsolberg já está em primeiro lugar nos assuntos mais comentados no Brasil. Qual será a punição imposta à atleta?




"Sei que os atletas precisam de patrocínio para viver e eu também. Mas não podemos ter medo.Cada voz faz diferença. O Pantanal queimando,140 mil mortes por Covid, o desgoverno do jeito que está e eu que vou ser punida?” Afirma a jogadora


Posicionamento da Comissão de Atletas do Vôlei de Praia, presidida pelo Emanuel: "A Comissão não é favorável a nenhum tipo de manifestação de cunho politico em competições esportivas". A coisa está se complicando para Carol Solberg.



Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo! - - SIMPLESMENTE MINHA OPINIÃO | ESSE BLOG É DE OPINIÃO PÚBLICA

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________






"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

BOLSONARO 38 (OFICIAL)
Grupo Público · 18.035 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS