_________________________________________________________





Data: setembro 14, 2020

Bolsonaro bate de frente com Celso de Mello e diz que não vai depor em lugar nenhum




Foto: Internet

O presidente Jair Bolsonaro não poderá optar por prestar depoimento por escrito no inquérito em que é investigado sob acusação de interferir na Polícia Federal em prol de familiares e amigos. A determinação é do decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello. Mas também não será obrigado a depor caso queira abrir mão do seu direito de defesa neste momento.


Tanto faz, dizia Bolsonaro sobre depor presencialmente ou por escrito à PF. Só que o presidente já está bem informado sobre seus direitos e "Ele, como qualquer cidadão, tem o direito de abrir mão do depoimento e não será conduzido coercitivamente para depor", explica Eloísa Machado, professora da FGV Direito-SP.





O presidente não está nem um pingo preocupado com justiça, uma vez que não está devendo ninguém e muito menos um capa preto que o persegue.


O Ministro negou a possibilidade do presidente depor por escrita, só que por lei o presidente tem o direito.


URGENTE: EMPRESÁRIO REVELA QUE JOICE CONTRATOU ATORES PARA INTERPRETAR MENDIGOSA

                     ASSISTA O VÍDEO COMPLETO: 

 




Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo! - - SIMPLESMENTE MINHA OPINIÃO | ESSE BLOG É DE OPINIÃO PÚBLICA

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________






"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

BOLSONARO 38 (OFICIAL)
Grupo Público · 18.035 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS