________LEIA A MATÉRIA MAIS ABAIXO_______


Data: junho 03, 2020

Comissão de Ética proíbe Moro de advogar por 6 meses e o ex-ministro apela virando um mero colunista do Globo




Foto: Internet

Advogados apresentam denúncia contra Moro à Comissão de Ética da Presidência. O ex-ministro perdeu o consenso de moral e ética.

De ministro da justiça. Almejava o STF e agora colunista do Globo.


Moro foi proibido de advogar por 6 meses, pela comissão de ética apresentada por seus próprios colegas de trabalho, os advogados.


O pior da questão, é que, o ex-ministro ainda fica ganhando a bagatela de 31 mil reais. Moro deve receber o dinheiro do povo, pago pelo governo por pelo menos seis meses, período em que foi impedido de exercer a advocacia.

É bom ou quer mais? 


Só que a ética é muito melhor que o dinheiro!

Veja o print da derrota de Moro:







______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________





"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

MAIS LIDAS