_________________________________________________________





Data: abril 17, 2020

Miriam Leitão se revolta com saída de Mandetta e diz que Bolsonaro é o pior presidente




Foto: Internet

Miriam Leitão, é aquele tipo de jornalista que aparenta ser socialista misturada com comunistas e outras loucuras da vida.


A jornalistas da Globo é péssima em fazer perguntas concretas em suas entrevistas, exemplo disso foi ser "lacrada" ao vivo por Rodrigo Maia. Veja o vídeo no final do artigo.




Na última, em sua coluna no jornal O Globo, a "intelectual" questionou a capacidade de Bolsonaro dirigir o Brasil em uma crise. Leitão disse o seguinte:


Bolsonaro é o pior presidente que poderíamos ter para nos guiar na travessia desta tempestade sem precedentes. Ele sempre foi menor do que a cadeira que ocupa, mas agora revela em cada ato que conspira contra a saúde da população. Afirma a jornalista, no dia 29 de março de 2020.




Depois da saída do Ministro da Saúde, Miriam se revoltou e não fez diferente, foi para as redes sociais atacar o Presidente.


Mandetta, por sua vez, pediu apoio do povo para o novo Ministro, Nelson Teich.




Bolsonaro, mesmo diante de toda essa crise tem suportado, ainda que sendo bombardeado e perseguido por essa imprensa contaminada por ideais esquerdopatas continua de pé.



VÍDEO DA JORNALISTA SENDO "MASSACRADA"




Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo! - - SIMPLESMENTE MINHA OPINIÃO | ESSE BLOG É DE OPINIÃO PÚBLICA

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________






"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

BOLSONARO 38 (OFICIAL)
Grupo Público · 18.035 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS