_________________________________________________________





Data: dezembro 16, 2019

Após atacar Ministério Público e dizer que Lava-Jato quebrou empresas brasileiras, Toffoli elogia Bolsonaro




Como antecipou seu voto, ministro deveria ser declarado suspenso.

Foto: Internet 

Dias Toffoli segue em franco ataque à Lava-Jato. Sobrou para o Ministério Público, que foi chamado de órgão ”sem transparência”.


Disse que a operação ”quebrou” as empresas brasileiras.



Em entrevista ao Estadão, o ex-advogado do PT só esqueceu que a Lava-Jato deve, nos próximos anos – chegar a R$ 14 bilhões de dinheiro público recuperado.

Sobre transparência, o inquérito ”aberto por ele mesmo” para investigar os inimigos da Corte Suprema fala por si só.


Na mesma entrevista em que acusou a Lava Jato de ter destruído empresas, Dias Toffoli elogiou Jair Bolsonaro:


“Ele tem um discurso permanente para a base que o elegeu, mas ele tem uma capacidade de diálogo também. É uma pessoa que muitas vezes é julgado pelo que ele fala, mas ele tem, no governo, pessoas e áreas de excelência funcionando muito bem. Não vou dizer quais são, porque aí vou estar dizendo quais não estão indo bem. Mas são áreas de excelência, têm feito belíssimos trabalhos, têm tido diálogos com as instituições o tempo todo. A impressão, curiosamente, é que é um governo com aquela mensagem mais isolada, mais sectária para determinado segmento da sociedade, e não um governo de todos. Mas, no dia a dia, políticas públicas estão sendo desenvolvidas, como na área de infraestrutura. Na área da economia tem sido sempre feito um amplo diálogo com o parlamento. E aqui mesmo no Supremo.”



Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo!

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________



CONTEÚDO CORRESPONDENTE



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

MAIS LIDAS