_________________________________________________________





Data: dezembro 06, 2019

Enquanto 5,2 milhões de brasileiros passam fome, TCU libera 480 mil para STF comprar lagosta e vinho





Os ministros do Supremo Tribunal Federal já poderão ter em suas mesas (lá da Corte, pagos com nosso dinheiro) vinhos premiados e lagostas, entre outras iguarias que fazem lembrar o néctar dos deuses do Olimpo. Os gastos estão limitados a 481 mil reais por ano. Isso mesmo. Quase meio milhão de reais. A autorização para as despesas foi dada pelo Tribunal de Contas da União, que rejeitou recurso do Ministério Público. Derrotados, os procuradores caíram de pau não apenas no TCU, como no próprio Supremo, lembrando que o cardápio contempla gêneros alimentícios e bebidas que contrastam com a condição geral da população brasileira e com a crise econômica que se abate sobre o país.

Pretta Abreu




Publicidade

NÃO OS DEIXE NOS CENSURAR, INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Acadêmico de Ciências Contábeis, articulista político, entusiasta da comunicação e marketing digital. Deus acima de tudo!

______________________________________________________
COMPARTILHAR ARTIGO NAS REDES SOCIAIS
______________________________________________________



CONTEÚDO CORRESPONDENTE



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.