Públicidade

Realidade do voto impresso no Brasil avança contra a urna eletrônica

Foto: Internet

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, por 33 votos a 5, a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/2019, chamada de “PEC do voto impresso”, que torna obrigatória a expedição de cédulas físicas nas eleições.

A proposta sempre foi uma bandeira do presidente da República. Segundo Jair Bolsonaro, ontar papel é muito mais seguro do que o voto eletrônico, sujeito, na opinião dele, a manipulações fraudulentas.

Apresentada pela deputada Bia Kicis, que acaba de ser expulsa do PSL, a PEC segue agora para a análise da uma Comissão Especial da própria Câmara. “Vamos continuar trabalhando até sua aprovação final no Congresso”, escreveu a parlamentar em seu Twitter.

Postar um comentário

0 Comentários
Os cometários não representam opinião do site, a responsabilidade é unica do autor do comentário. Todos os comentários são revisados pela administração.

Publiciade

Publiciade