Paulo Guedes deu a seu secretário especial Carlos da Costa o poder de aprovar o plano de ação e o orçamento da ABDI, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, relata Igor Gadelha na Crusoé.

O ex-presidente da ABDI Guto Ferreira foi exonerado na semana passada, após acusar Costa de fazer pedidos “não republicanos”.

Deixe sua opinião, ela é muito importante!