O Tribunal Superior do Trabalho (TST) entregará ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Justiça uma medalha em reconhecimento à contribuição “para o engrandecimento do país”. A cerimônia de entrega da honraria aconteceu na última terça-feira (13).

Além de Bolsonaro e Moro, a comenda será concedida também ao presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre e ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Os ministros do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Superior Tribunal Militar (STM), além de membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da cúpula militar, também estão na lista.

Jair Bolsonaro, Davi Alcolumbre e Dias Toffoli receberão a honraria mais alta, o grão-colar. A grã-cruz, segunda maior, será concedida ao vice-presidente, general Hamilton Mourão, o general Augusto Heleno Pereira, aos ministros Moro e Onyx, e também Rodrigo Maia. A alta cúpula militar também está inclusa na lista.

Três ministros do STF, Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, também ganharão a comenda da grã-cruz, além do presidente do STJ, João Otávio de Noronha, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e o advogado-geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça.

A Faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a Associação Pestalozzi também serão agraciadas com o mérito.